domingo, 29 de julho de 2012

RESUMO DOS JORNAIS E REVISTAS 29/07/2012

O Globo

Manchete: Mensalão desviou R$ 101 milhões


Laudo da PF confirma que esquema usou verba pública

Recursos do Banco do Brasil acabaram nas mãos do então tesoureiro do PT, Delúbio Soares, para pagar propina a parlamentares da base do governo Lula; Supremo Tribunal Federal começa a julgar quinta-feira 38 réus acusados de formar quadrilha

Após sete anos de investigação, ao fim de um processo de 50 mil páginas e 600 testemunhas, peritos da Polícia Federal, do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União mapearam o tamanho real do mensalão, esquema de pagamento de propina a parlamentares da base do governo Lula. Pelo menos R$ 101,6 milhões foram desviados pelo valerioduto, mostram Carolina Brígido e Francisco Leali. Laudo da PF confirma que o esquema usou verbas públicas: pelo menos R$ 4,6 milhões foram repassados pelo Banco do Brasil, por intermédio do Visanet, para a empresa DNA, do lobista Marcos Valério. O Supremo Tribunal Federal começa a julgar quinta-feira os 38 réus – entre eles, o ex-ministro José Dirceu, apontado como operador político do mensalão, Valério, que pôs bens em nome da filha para fugir do bloqueio judicial, e o ex-deputado Roberto Jefferson, que delatou o esquema e foi cassado por crime eleitoral. (Págs. 1, 3 a 14, Merval Pereira, Miriam Leitão e editorial "Um julgamento para além do mensalão")

Aleppo: governo lança ofensiva

Com caças e tanques, o regime sírio lançou um ataque para reconquistar Aleppo, a capital econômica do país, no que pode se transformar em novo massacre. (Págs. 1 e 78)

Sonho americano, um mito abalado

Com dificuldades para pagar universidade e casa própria, os americanos acham que a vida dos filhos vai ser pior do que a deles, relatam Flávia Barbosa e Fernanda Godoy. (Págs. 1 e 76)

Vida urbana: A difícil batalha por um táxi

No rush, à noite e na chuva, o carioca pena para pegar táxi, embora o Rio tenha a maior frota per capita do país. Sem fiscalização, motoristas recusam passageiros. (Págs. 1, 28 e 32)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo

Manchete: Síria lança ofensiva para retomar a maior cidade

Em combate considerado estratégico, governo ataca rebeldes em Aleppo

Tanques e helicópteros do regime do ditador Bashar Assad forçavam a entrada ontem em bastiões rebeldes de Aleppo, a cidade mais populosa da Síria, com 2,5 milhões de habitantes.

O objetivo da ofensiva é retomar o controle total da metrópole, considerada estratégica no conflito. (Págs. 1 e Mundo, A18)

Caso de Collor inspira defesa de réus do mensalão

A defesa de Collor para absolvê-lo no STF em 1994 é modelo para o mensalão. Pelos argumentos, não havia relação entre pagamentos ao réu e atos na Presidência. Para réus do mensalão, só haveria corrupção se comprovado vínculo entre pagamentos de Marcos Valério e a atividade parlamentar de beneficiados. (Págs. 1 e Poder, A4)

Fernando Rodrigues

Como nasceu a tese unificada do caixa dois. (Págs. 1 e Poder, A6)

Teles dobram total de clientes para cada antena

Em 10 anos, a média de linhas de celular por antena das operadoras subiu 91%, segundo dados da Anatel.

0 aumento do número de usuários de telefonia móvel no país sem a construção de antenas em ritmo adequado prejudica serviço. (Págs. 1 e Mercado, B1)

Juca Kfouri

Dilma olha esporte apenas como competição. (Págs. 1 e D3)

Editoriais

Leia "À espera do mensalão", acerca do julgamento que se inicia nesta quinta e decidirá sobre o maior escândalo de corrupção depois do Collorgate. (Págs. 1 e Opinião, A2)

------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo

Manchete: Dilma adota agenda positiva para se afastar do mensalão

Presidente quer blindar governo do impacto do julgamento e dar prioridade a medidas de investimento

Preocupada com o potencial de desgaste que o julgamento do mensalão pode trazer ao governo, a presidente Dilma Rousseff tentará manter o Planalto longe dos holofotes do STF. Apesar de torcer para que os réus do PT sejam absolvidos, Dilma baixou uma espécie de lei do silêncio. A ordem é blindar o governo do impacto do julgamento, que vai pôr o PT no banco dos réus, e preparar um pacote de estímulo aos investimentos, a "agenda do desenvolvimento". (Págs. 1 e H1 a H8)

Roberto Jefferson - presidente nacional do PTB
"O Zé Dirceu me atingiu (com a divulgação do escândalo dos Correios), eu dei o troco. Ele me derrubou, eu o derrubei". (Pág. 1)

"Uma obra coletiva"

Pesquisadores avaliam que o mensalão rompeu com a forma tradicional de corrupção no País. (Págs. 1 e H8)

'Estado' terá parceria com Direito GV

Cobertura do julgamento no STF terá análise diária feita por especialistas. (Págs. 1 e H2)

Olimpíada 2012: Governo critica participação de Marina Silva

O ministro Aldo Rebelo (Esporte) atribuiu a participação da ex-ministra Marina Silva na abertura dos Jogos à sua relação com a "aristocracia" europeia. Para Marina, o governo transformou o fato em "disputa política". (Págs. 1 e Nacional, A10)

Tropas de Assad avançam para retomar Alepo

As rajadas de metralhadoras, de canhões antiaéreos e de explosões de obuses se intensificaram ontem na cidade de Alepo, no norte da Síria, cercada por tropas de Bashar Assad, relata o enviado especial Andrei Netto. Os rebeldes resistem, sem treinamento e armas pesadas. (Págs. 1 e Internacional, A12 a A14)

Interior lidera consumo no País

O interior ultrapassou a Grande São Paulo, incluindo a capital e outras 38 cidades, e se tornou o maior mercado consumidor do País, informa a repórter Márcia de Chiara. (Págs. 1 e Economia, B1 e B3)

Barry Eichengreen: O Brasil e a crise do euro

Diferentemente do BCE, o BC não foi inibido pela história de inflação do Brasil e seguiu práticas adequadas para uma instituição de seu tipo. (Págs. 1 e Economia, B12)

Hillary Clinton: A arte do poder inteligente

Política externa dos EUA deve envolver engajamento multilateral para disseminar a democracia, os direitos humanos e o combate ao terrorismo. (Págs. 1 e Visão Global, A18)

Notas & Informações

A eletricidade e o custo Brasil

Embora importante, o preço da eletricidade é apenas um dos componentes do custo Brasil. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense

Manchete: O alto preço da segurança

A escalada da violência em Brasília faz a população investir pesado na proteção pessoal e de patrimônio. Na capital do país, há uma câmera instalada para cada cinco habitantes. O crescimento do número de vigilantes profissionais também reflete a sensação de insegurança: são 115 mil, oito vezes mais que o de policiais militares. (Págs. 1 e 25)

Mensalão: Advogados tentam adiar julgamento

As defesas dos réus buscam falhas nas acusações formuladas pela Procuradoria-Geral da República para conseguir adiar a decisão do STF. A estratégia é fazer de tudo para que a análise e o veredito dos ministros sejam anunciados só depois das eleições municipais em outubro. (Págs. 1, 2 a 6 e Visão do Correio, 18)

------------------------------------------------------------------------------------

Estado de Minas

Manchete: Minas dá a receita do crescimento

Setores diversos da economia espantam a crise e anunciam investimentos.

Na contramão dos indicadores negativos de desaquecimento ou baixas taxas de produção projetadas por analistas, o polo calçadista de Nova Serrana, no Centro-Oeste, e a construção civil esperam crescer 5% este ano, bem além do 1,5% previsto para o país. Seguem nesse ritmo de geração de emprego e renda os setores de serviços, extração mineral e supermercados. Este último registrou aumento de 7,5% no faturamento no primeiro semestre, e a expectativa para o segundo é de R$ 250 milhões em investimentos e mais 8 mil postos de trabalho. (Págs. 1, 16 a 18)

Explosão de bimotor mata 8 em Juiz de Fora

Uma forte neblina pode ter sido a causa do acidente com o bimotor King Air que bateu num quiosque de pousada e explodiu, na manhã de ontem, em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Morreram o empresário Domingos Costa, presidente da Vilma Alimentos; o filho dele de 14 anos, Gabriel; o vice-presidente de vendas e marketing, Cezar Tavares; três funcionários da empresa (Adriana Vilela, Lídia Colares e Tiago Bretas) e ainda o piloto Jair Barbosa e o copiloto Rodrigo Dias da Silva. (Págs. 1, 25 e 26)

Racismo: Dignidade para barrar o preconceito

O desemprego e o risco de faltar dinheiro para sustentar os três filhos não impediram a professora Denise Cristina Pereira Aragão de denunciar o racismo. Indignada com a omissão da escola sobre declarações da avó de um aluno contra uma criança negra, ela pediu demissão e não se arrepende: "Se a escola tem esse pensamento, não é lá que eu quero trabalhar". (Págs. 1 e 31)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Commercio

Manchete: Segurança é assunto de prefeito, sim senhor...

Pesquisa do Instituto Maurício de Nassau ouviu o que os recifenses espeream do novo prefeito. Para 35% das 2.879 ouvidas, nas seis regiões político-administrativas da cidade, falta de segurança é maior problema. Série vai até dia 5. (Págs. 1, capa dois e cidades 2 e 3)

Planos de saúde conseguem driblar punição

Operadoras suspensas pela ANS usam manobra na tabela de preços para continuar operando sem descumprir a lei. (Págs. 1 e economia 1)

Promessas demais durante campanha (Págs. 1 e 6)


 

Belicismo dos EUA resiste às tragédias

Massacre no Colorado não foi suficiente para afetar a cultura de um país maior produtor e refém das armas. (Págs. 1, 20, 21 e 24)

------------------------------------------------------------------------------------

Veja

Manchete: Réu

0 petista José Dirceu e mais 37 acusados no caso do mensalão começam a ter seu destino decidido nesta semana no "julgamento do século" no Supremo Tribunal Federal, em Brasília. (Pág. 1)

Os planos A, B e C de Dirceu

O "D" era fugir do Brasil: "Sair clandestino de novo não custa nada". (Pág. 1)

O julgamento de A a Z

Um guia para seguir o processo e entender as manobras dos advogados. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------

Época

Manchete: Tudo sobre o mensalão

- As acusações;
- Os fatos;
- As provas.

O que está em jogo no julgamento que começa nesta semana. (Pág. 1)

Olimpíada

A corrida de obstáculos dos ingleses para organizar os Jogos. (Pág. 1)

Colunistas

- Walcyr Carrasco confessa que já se relacionou com uma psicopata;

- Ruth de Aquino revela qual foi o pior livro erótico que já leu na vida;

- Felipe Patury descobre o que faz o irmão gêmeo de Marcos Valério. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------

ISTOÉ

Manchete: Mensalão

Os bastidores do julgamento do século

- Tendência do STF é punir os principais acusados e acabar com o sentimento de impunidade;

- Como Zé Dirceu, Delúbio e companhia vivem às vésperas da decisão;

- Advogados divergem e partem para o cada um por si;

- Saiba como será, passo a passo, a rotina do tribunal. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: A fórmula Ambev

A cervejaria dos titãs de mercado Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira tornou-se a maior empresa privada do País na bolsa. Como ela alçou essa posição e seus planos de avanço daqui para a frente. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------

Carta Capital

Manchete: O valerioduto abasteceu Gilmar

Mendes aparece em uma lista inédita de beneficiários do caixa 2 tucano em 1998. Com ele, Jorge Bornhausen, Agripino Maia, Walfrido dos Mares Guia, o comitê da reeleição de FHC etc. etc. (Pág. 1)

Especial "Mensalão"

A análise de professores de Direito da PUC-SP. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------

Zero Hora

Manchete: Supremo julga o maior caso de sua história

Ao analisar a acusação contra 38 pessoas, os 11 ministros vão decidir, a partir de quinta, se houve compra de apoio pelo governo Lula. (Págs. 1 e 4 a 8)

- Como será o palco da decisão.

Setor aéreo: Companhias cortam custo e passageiro paga a conta

Quem viaja sofre efeitos dos prejuízos das empresas, como redução do lanche gratuito. (Pág. 1 e Dinheiro)

Oportunidades: Polo naval abre 3,5 mil vagas até fim do ano

De soldadores a engenheiros, profissionais são disputados por empresas de petróleo e gás. (Pág. 1 e Empregos & Oportunidades)

------------------------------------------------------------------------------------

Fonte: Radiobrás

Um comentário:

  1. Gostamos muito da matéria! Parabéns! Completa e esclarecedora!
    Aproveito e indico o site http://www.oluapmot.com.br/index.php
    A empresa tem muita experiência de mercado em radios comunicadores Motorola e pode tanto tirar dúvidas, como apresentar os melhores produtos do mercado! Recomendo!

    ResponderExcluir